• Aprenda SEO

Não é necessário o Edifício Link: 5 Maneiras de se Classificar Sem Backlinks

  • Erik Emanuelli
  • 1 min read
Não é necessário o Edifício Link: 5 Maneiras de se Classificar Sem Backlinks

Introdução

Não é segredo que a construção de links é um dos aspectos mais importantes da SEO.

No entanto, e se você não tiver tempo ou recursos para fazer a construção de linhas?

Você está sem sorte? Não necessariamente!

Este guia discutirá cinco maneiras de aumentar sua SEO sem criar backlinks. Estas estratégias são eficazes e podem ajudá-lo a subir na classificação nas páginas de resultados dos mecanismos de busca.

Então, vamos começar!

Backlinks e SEO

Backlinks são links que apontam para suas páginas de outros sites.

Eles são basicamente a moeda da internet.

Os motores de busca usam links como um sinal de confiança, o que os ajuda a decidir que conteúdo classificar nas SERPs.

Links de qualidade sempre foram um fator de classificação essencial para o Google.

Na verdade, os backlinks são hoje um dos três principais elementos do ranking, juntamente com o conteúdo e o RankBrain.

Mas, naquela época, os links eram um dos únicos métodos do Google para determinar a qualidade de um site.

Então, o que mudou?

O Google se tornou mais sofisticado com o passar dos anos.

Agora presta atenção a muitos outros elementos, como a forma como os usuários interagem com seu site e seu conteúdo.

O que isso significa para você?

Isso significa que há outras coisas em que você deve se concentrar, além de apenas ligações em atraso.

Deixe-me explicar.

Em um Webmaster Hangout, John Mueller do Google respondeu a algumas perguntas importantes de SEO, mas uma de suas declarações essenciais foi:

"Os links são realmente importantes para que possamos encontrar conteúdo inicialmente. Por isso, é como se ninguém tivesse um link para seu site, então teremos dificuldade em reconhecer que ele existe".

Basicamente, a Mueller afirmou que a qualidade do conteúdo é mais importante do que os links. E, uma vez encontrada, os links não são mais críticos.

"Mas uma vez que o encontramos e começamos a rastreá-lo e a indexar seu conteúdo e a ver que é um material muito bom, então esses links geralmente não são mais tão críticos".

Ou seja, se o seu conteúdo já foi reconhecido pelo Google, os links, por si só, não farão com que ele suba na classificação.

Para concluir, os backlinks ainda são uma parte importante da SEO e devem ser levados em conta na criação de seu conteúdo.

Entretanto, você deve se concentrar primeiro na qualidade de seu conteúdo e certificar-se de que ele seja envolvente e relevante para o tópico.

Isto garantirá que seu conteúdo seja encontrado, bem como suas chances de se classificar mais alto e direcionar mais tráfego orgânico para seu website.

Você pode classificar sem links?

Então, a SEO é possível sem a construção de linhas?

A resposta curta é sim.

Ela tem se tornado cada vez mais freqüente nos últimos anos, especialmente em áreas específicas.

Em uma entrevista em novembro de 2022, John Mueller, do Google, disse que um dia os links não serão tão importantes quanto hoje no algoritmo de ranking do Google Search.

Links may be less important to the Google Search ranking algorithm in the future

Pense nisso por um minuto.

A SEO evoluiu ao longo dos anos e agora há muitos outros fatores que os mecanismos de busca consideram ao classificar o conteúdo.

Estes fatores incluem, entre outros, elementos SEO na página, estrutura de ligação interna, pesquisa por palavras-chave, CTRs orgânicos e sinais UX.

Portanto, embora os links sejam importantes para SEO e não devem ser negligenciados, existem outras estratégias que você pode usar para subir na classificação dos SERPs sem a construção de links.

Sem técnicas de construção de links

Estas técnicas de SEO têm tudo a ver com a otimização de seu conteúdo e website para que ele possa ser encontrado pelos motores de busca, mesmo sem links.

Vamos vê-los em detalhes.

1. Autoridade Tópica

Esta estratégia de SEO envolve a criação de conteúdo focado em um tópico específico e cheio de palavras-chave relevantes.

Quando feita corretamente, esta técnica pode ajudá-lo a se posicionar melhor nas SERPs sem qualquer tipo de construção de linhas.

Para fazer isso, você precisa criar um conteúdo de alta qualidade e que cubra todos os tópicos relacionados ao assunto que você está visando.

Isto inclui pesquisa e menção de tendências atuais, notícias relacionadas à indústria e quaisquer outros tópicos relacionados.

A chave é garantir que seu conteúdo seja abrangente, SEO-friendly, e que compartilhe informações relevantes.

Desta forma, os motores de busca considerarão seu site uma autoridade sobre o assunto e o classificarão mais alto.

Mas espere, há mais.

Se o conteúdo de seu site for relevante por períodos mais longos do que os de seus concorrentes, você terá uma vantagem significativa.

Por exemplo, se você criar um artigo sobre tendências SEO em 2018, ele provavelmente não será relevante em 2022.

Entretanto, se você criar um conteúdo focado em SEO que permanecerá relevante e atualizado por muitos anos, você poderá potencialmente ser classificado nas primeiras páginas dos resultados dos mecanismos de busca.

Ranktracker SEO Blog

Então, como você pode encontrar subtópicos em torno do assunto principal?

Há maneiras diferentes.

Você pode usar as consultas de pesquisa relacionadas ao Google.

Basta digitar sua palavra-chave na caixa de busca e depois olhar as sugestões que aparecem na página (na caixa "People Also Ask", e no final da SERP, na seção "Related Searches").

People also ask - rich snippet

Estes são temas sobre os quais seus concorrentes já escreveram. Portanto, você pode usá-los como um ponto de partida para criar um conteúdo ainda melhor.

Você também pode usar ferramentas de pesquisa com palavras-chave para ajudá-lo a gerar idéias e encontrar tópicos relevantes.

Pense na ferramenta de pesquisa por palavra-chave Google, SEMRush, Ahrefs e Ubersuggest.

Você pode usá-los para identificar tópicos potenciais em torno de sua palavra-chave principal e criar conteúdo que seja semanticamente relevante.

2. SEO On-Page

Além da qualidade do conteúdo e da autoridade tópica, a SEO na página também é essencial se você quiser se posicionar melhor nos resultados dos mecanismos de busca, sem técnicas de construção de linhas.

Isto inclui coisas como otimizar seus títulos, meta-descrições, URLs, imagens e outros elementos em cada página de seu site.

Assegure-se de que tudo seja compatível com SEO e relevante para a palavra-chave que você está visando. Além disso, use URLs e meta-descrições que incluam a palavra-chave que você está alvejando.

Caso você possa estar se perguntando,

Estes são os elementos mais importantes que ajudarão os motores de busca a entender o que é a sua página e melhorar a sua classificação SEO:

  • Conteúdo da página de alta qualidade
  • Títulos das páginas
  • Metadescrições
  • Velocidade do site
  • Imagens SEO
  • URLs das páginas
  • Capacidade de resposta móvel

Conteúdo da página de alta qualidade

Um conteúdo de alta qualidade é essencial para SEO.

Seu conteúdo deve ser compreensivo, bem pesquisado e amigável em termos de SEO.

Isto significa que deve ser escrito de uma forma que faça sentido tanto para os leitores quanto para os mecanismos de busca.

Também deve incluir palavras-chave relevantes ao longo do texto (não apenas o título).

Dessa forma, com o tempo, seu website poderá ser considerado uma autoridade no assunto e terá melhor classificação nos SERPs.

Finalmente, certifique-se de que seu conteúdo seja fácil de ler e entender.

Usando parágrafos curtos, cabeçalhos, subtítulos e pontos de bala podem ajudá-lo a comunicar sua mensagem de forma clara e eficaz.

Títulos das páginas

A etiqueta de título é um dos elementos mais importantes. Ela diz aos motores de busca sobre o que é sua página e aparece como um link clicável em SERPs. É por isso que ela deve ser SEO-friendly e rica em palavras-chave.

Certifique-se de incluir sua palavra-chave alvo no início da etiqueta do título, e mantê-la abaixo de 55 caracteres.

Metadescrições

A meta descrição é outro elemento que diz aos motores de busca do que se trata sua página.

É o texto abaixo do link clicável nos resultados da pesquisa e deve ser SEO-friendly, rico em palavras-chave, e ter cerca de 155 caracteres.

Lembre-se que também é importante usar títulos e meta-descrições diferentes para cada página.

Velocidade do site

Site Speed

A velocidade do site é outro fator SEO que não deve ser negligenciado.

Se seu site leva mais de 3 segundos para carregar, os visitantes irão embora, e os motores de busca provavelmente irão derrubar seus resultados.

Portanto, certifique-se de otimizar a velocidade de seu website comprimindo imagens, minificando HTML e CSS, e reduzindo redirecionamentos.

Imagens SEO

Os motores de busca não podem "ver" imagens, mas eles as entendem se você as otimizar corretamente.

Significa adicionar nomes de arquivos SEO-friendly e alt tags que incluem a palavra-chave que você está almejando.

Isto também inclui a otimização de qualquer outra mídia que você tenha em seus websites, como vídeos e infográficos.

URLs das páginas

Certifique-se de incluir sua palavra-chave alvo na URL de sua página, e mantê-la SEO-friendly, removendo caracteres especiais e palavras desnecessárias.

Além disso, tente torná-los curtos (menos de 100 caracteres) para que sejam fáceis de ler e lembrar.

Capacidade de resposta móvel

De acordo com o Google, se um site móvel leva mais de 3 segundos para ser carregado, 53% das pessoas o deixarão.

Mobile Responsiveness

É por isso que, hoje em dia, é essencial ter um site móvel amigável.

Portanto, certifique-se de usar um design responsivo, otimizar imagens e vídeos e reduzir os redirecionamentos para que seu website carregue rapidamente em todos os dispositivos.

3. Vinculação Interna

A ligação interna também pode ser uma grande ferramenta de SEO.

É quando você liga uma página de seu site a outra para ajudar os mecanismos de busca a entender melhor a estrutura e o conteúdo de seu site.

Ao adicionar links internos, você pode orientar os visitantes para páginas ou tópicos relacionados que possam estar interessados, o que ajuda a mantê-los em seu site por mais tempo. Isto também pode ajudar a melhorar as classificações, aumentando o envolvimento dos usuários e reduzindo as taxas de retorno.

Ao adicionar links internos, certifique-se de seguir estas melhores práticas:

  • Usar texto de âncora relevante e rico em palavras-chave
  • Aplique a etiqueta Dofollow
  • Link de volta para novos posts em artigos antigos
  • Consertar Links Internos Quebrados

Usar texto de âncora relevante e rico em palavras-chave

A primeira coisa a ter em mente ao adicionar links internos é usar textos de âncora relevantes e ricos em palavras-chave. Isto significa usar os termos específicos no texto de âncora do seu link que descrevem o que é a página para a qual você está criando o link.

Ao fazer isso, você não só pode facilitar a compreensão dos mecanismos de busca e visitantes sobre o que é a página vinculada, mas também pode sinalizar aos mecanismos de busca a relevância dessa página, incluindo essas palavras em seu texto-âncora.

Aplique a etiqueta Dofollow

Ao adicionar links internos, certifique-se de aplicar a etiqueta dofollow. Este é um atributo HTML que diz aos buscadores que sigam um link e rastreiem seu destino. Sem esta tag, os rastreadores dos mecanismos de busca podem ignorar seus links, resultando em menos suco de link (aka SEO benefits) para suas páginas.

Apply the Dofollow Tag

Link de volta para novos posts em artigos antigos

A ligação a novos posts de artigos antigos é uma ótima maneira de manter o conteúdo fresco e relevante.

Ao fazer isso, você está dando aos mecanismos de busca conteúdo mais atualizado para indexar, bem como fornecendo aos visitantes mais informações relacionadas que eles possam estar interessados.

Pode ser demorado, mas valerá a pena para a SEO de seu site a longo prazo.

Consertar Links Internos Quebrados

Finalmente, certifique-se de verificar regularmente se há algum link interno quebrado em seu website.

Links quebrados podem ser um grande problema para a SEO, pois podem levar a becos sem saída e diminuir o envolvimento do usuário.

Para garantir que isto não seja um problema para você, certifique-se de verificar e consertar quaisquer links internos quebrados que você encontre. Isto ajudará a manter os usuários mais tempo em seu site.

4. CTR orgânico

A otimização da taxa de cliques orgânicos (CTR) é outra estratégia de SEO que não envolve a construção de links.

Ao otimizar seu CTR orgânico, você pode aumentar o número de visitantes de seu site a partir de páginas de resultados de motores de busca (SERPs). Isto é feito criando títulos e meta-descrições que são otimizados para os mecanismos de busca e usuários.

Para aumentar o CTR orgânico, certifique-se de ** utilizar palavras-chave ** em ambas. Além disso, certifique-se de manter os títulos e meta-descrições breves, porém descritivos, para que os usuários possam compreender facilmente o que é a página.

Outra melhor prática é** incluir palavras de poder***, tais como "incrível", "livre" e "salvar", para chamar a atenção dos usuários.

Mais uma coisa a ser lembrada é analisar a intenção de busca, antes de criar conteúdo e escrever títulos e meta-descrições. Isto significa compreender o que os usuários estão procurando quando procuram por palavras-chave específicas.

Há duas intenções principais do usuário:

  • Intenção informativa
  • Intenção transacional

A intenção informativa é quando os usuários estão procurando informações ou conteúdo relacionado à sua busca, enquanto a intenção transacional é quando eles estão procurando comprar um produto ou serviço.

Por exemplo, se alguém procura por "agências de SEO na minha área", é provável que seja porque eles estão procurando adquirir serviços de SEO. Neste caso, você deve se concentrar na criação de títulos e meta-descrições que sejam otimizados para intenção transacional.

Uma última maneira poderosa de chamar a atenção dos usuários nos SERPs é enriquecendo-se com snippets.

Snippets ricos são recursos especiais de SEO que são exibidos nos resultados de busca e podem incluir classificações, preços, endereços, receitas, e muito mais. Para conseguir isso, você deve adicionar dados estruturados ao seu conteúdo, o que ajudará os mecanismos de busca a entender melhor o propósito de seu conteúdo.

Test your structured data

5. Sinais UX

Uma melhor experiência do usuário significa melhores classificações SEO.

Os sinais UX são sinais de comportamento do usuário que os motores de busca levam em conta ao determinar as classificações SEO e incluem coisas como:

  • Taxa de salto
  • Tempo de permanência
  • Páginas por visita
  • Visitas de retorno

Taxa de ressalto

A taxa de retorno é a porcentagem de visitantes que deixam seu site depois de ver apenas uma página, sem clicar em nenhum link.

O ideal é que você queira que sua taxa de retorno seja baixa porque isso significa que os usuários estão se envolvendo com seu conteúdo e gastando mais tempo em seu website.

Você pode melhorar esta métrica combinando a intenção de busca. Isto significa produzir conteúdo que satisfaça as consultas do usuário. Ter um bom design e usabilidade do site também ajuda, pois tornará seu site mais convidativo e fácil de usar.

Tempo de permanência

O tempo de permanência é o tempo gasto pelos visitantes em suas páginas da web após clicar em suas listas SERP, antes de voltar às páginas de resultados do mecanismo de busca para procurar outra opção.

Se os usuários ficarem em uma página por períodos mais longos de tempo, é mais provável que os mecanismos de busca considerem seu site relevante e autoritário em relação ao que ele está oferecendo.

Para aumentar o tempo de permanência, certifique-se de que seu conteúdo seja detalhado e abrangente o suficiente para satisfazer as consultas dos usuários e manter os usuários envolvidos. Outra tática útil é incluir mídia interessante em todas as páginas de seu site, pois isso incentivará os usuários a permanecerem mais em seu site.

Páginas por visita

Páginas por visita medem quantas páginas da web um visitante visitou durante a mesma sessão. Quanto maior o número de páginas por visita, maior é a probabilidade de que os usuários estejam se envolvendo com seu conteúdo e explorando diferentes seções de seu website.

Você pode melhorar esta métrica criando conteúdos que estão relacionados entre si para que os usuários possam facilmente encontrar o que procuram. Além disso, você pode adicionar links internos a outros conteúdos relacionados em seu site, para que os usuários permaneçam mais tempo e visitem páginas diferentes.

Visitas de retorno

As visitas de retorno medem a freqüência com que os visitantes voltam ao seu site após sua primeira visita. Se um usuário retornou mais de uma vez, é provável que tenha encontrado as informações de que precisava e esteja interessado em seu conteúdo.

Para aumentar as visitas de retorno, você deve se concentrar na construção de uma base de clientes fiéis. Estratégias como oferecer atualizações de conteúdo ou descontos para clientes que retornam são úteis para converter visitantes de primeira viagem em leitores e compradores de longo prazo.

Palavras finais

A otimização para mecanismos de busca é um campo em constante evolução e há muitas estratégias que podem ajudá-lo a melhorar sua classificação e vender mais on-line, sem depender da construção de links.

Ao focar na relevância do conteúdo, sinais UX, SEO local, e ricos trechos, você pode criar uma estratégia poderosa que trará mais tráfego orgânico ao seu website.

Ao mesmo tempo, SEO é apenas uma parte de uma presença on-line bem-sucedida e você também deve considerar outras estratégias, tais como marketing de conteúdo ou mídia social.

Em última análise, seu sucesso comercial depende do fornecimento de conteúdo de qualidade que atenda às necessidades dos usuários.

Boa sorte!

Erik Emanuelli

Erik Emanuelli

Erik Emanuelli has been blogging since 2010. He’s now sharing what he has learned on his website. Find more insights about SEO and blogging here.

Link: More about SEO from Erik

Experimente o Ranktracker GRATUITAMENTE