• Trabalho por conta própria

Os desafios da saúde mental de trabalhar como um freelancer

  • Georgi Todorov
  • 6 min read
Os desafios da saúde mental de trabalhar como um freelancer

Introdução

Trabalhar por conta própria é uma grande idéia. Você tem horários flexíveis e a capacidade de escolher o que fazer em um determinado dia de sua semana de trabalho.

Bem, cada moeda tem dois lados, certo?

Embora o freelance possa parecer uma opção atraente para a liberdade que ele proporciona, muitas pessoas não estão cientes de possíveis desvantagens. Uma delas é o risco que os freelancers têm de enfrentar os desafios da saúde mental.

O freelancing implica um conjunto único de ansiedades

Os freelancers possuem um alto risco de enfrentar desafios de saúde mental. No entanto, esses riscos podem ser reduzidos se alguém estiver preparado e administrar suas expectativas de acordo.

A preparação para o freelance pode ser difícil, em grande parte porque é tão desafiador antecipar os desafios que você enfrentará. Entender o que você enfrentará mentalmente pode ajudá-lo a se preparar para os desafios de ser autônomo.

Embora todos sejam diferentes, aqui estão alguns dos desafios que muitos freelancers enfrentam atualmente.

Preocupações de segurança

Como pessoa empregada, você tem mais redes de segurança do que um freelancer em tempo integral. Com poucas exceções, os funcionários enfrentam a segurança de uma renda regular. Se você tem um emprego em tempo integral, o seguro saúde e o tempo livre pago também podem ser benefícios para seu contrato. Os impostos são em grande parte cobrados para você e muitas empresas mantêm o trabalho mesmo quando as coisas não estão no topo da lista.

Os freelancers não têm apenas um patrão. Em vez disso, você é obrigado a muitos clientes diferentes que constantemente exigem atualizações sobre o projeto no qual você está trabalhando para eles. Com a sobreposição de prazos e muito estresse, como resultado, é mais difícil administrar o equilíbrio trabalho-vida neste cenário.

Mesmo que você tenha um assistente virtual ajudando a administrar sua carga de trabalho, pode ser difícil manter o foco quando se trata de malabarismo entre trabalho e obrigações familiares.

Quebra de Marcos Tradicionais

Trabalhar por conta própria pode ser difícil porque há menos sistemas para orientar o desenvolvimento da carreira do que haveria se você trabalhasse profissionalmente. Um desafio é que, embora pareça que você atingiu novos níveis de sucesso, toda vez que um projeto termina e um novo começa, pode-se sentir como se nada tivesse sido realizado.

A questão principal aqui é que é difícil ver o progresso de sua carreira; você não pode verificar com que freqüência foi promovido, ou com que altura da "escada " você está.

Os freelancers gozam da liberdade da burocracia que se encontra na estrutura corporativa, mas isto pode rapidamente se transformar em uma maldição. Às vezes parece que nunca será possível se libertar.

Embora possa ser difícil medir, o progresso em direção a um objetivo ainda pode ser rastreado. Há marcos em cada projeto que o ajudam a monitorar efetivamente seu progresso e permanecer motivado.

Isto ajuda você a ver o objetivo principal de novas maneiras e a encontrar maneiras alternativas de medir o crescimento.

Balanço trabalho-vida

Balanço da Vida Profissional](work-life.jpg) (Fonte da imagem: Unsplash)

Em um estudo com 477 trabalhadores autônomos, pesquisadores holandeses descobriram que a dificuldade de desligar-se do trabalho e as longas horas de trabalho levaram a um aumento da sensação de saúde sem afetar o bem-estar físico real. Os pesquisadores estudaram os efeitos de estar muito concentrado no trabalho e nas longas horas de trabalho para os participantes autônomos. Dos que disseram ser "incapazes de se desprender do trabalho", 82% relataram que haviam experimentado sintomas de saúde negativos, tais como dores ou dores e exaustão física.

Os freelancers podem achar um desafio fazer limites à vida profissional. A maioria das pessoas é capaz de manter uma clara distinção entre sua vida profissional e sua vida pessoal, mas os freelancers tendem a misturar adicionalmente os dois no mesmo espaço.

Quando não se pode separar trabalho e vida, há conseqüências físicas e mentais. Como um freelancer trabalhando em casa, é importante criar barreiras que separam estes dois aspectos de sua vida, caso contrário, os efeitos negativos serão sentidos tanto mental quanto fisicamente.

Isolamento social e depressão

Isolamento social](solidão.jpg) (Fonte da imagem: Unsplash)

Os freelancers geralmente lutam contra a solidão e lidam com o isolamento social. O problema, como você pode imaginar, é que os freelancers trabalham remotamente ou de seu escritório em casa o dia todo, cada um sem nenhum contato humano real, tornando difícil manter relacionamentos ou fazer amigos.

A solidão e o isolamento estão diretamente ligados aos riscos para a saúde mental. O estudo de 2015 mostrou que a solidão crônica pode ser mais prejudicial do que estar acima do peso, fumar ou mesmo beber álcool todos os dias.

Não importa a sua idade, você pode se sentir isolado ou solitário. Isto pode ter um impacto sobre a saúde mental, seja agravando a depressão existente ou criando novos casos.

A boa notícia é que você pode lutar contra a solidão. Mas geralmente é preciso um esforço ativo - construir responsabilidade por si mesmo, criar uma rede de apoio e nutrir conscientemente as interações sociais.

Quando você é freelancer, pode ser solitário. Independentemente de seu nível de experiência ou localização, o isolamento é inevitável. Para melhor se preparar para isso, certifique-se de ter fortes conexões e aliados antes do dia do lançamento.

O freelancing está se isolando, portanto, prepare-se. Você pode não precisar tanto de seus contatos quando está empregado em um emprego em tempo integral, mas uma vez que você vai sozinho pode se sentir difícil no início se você não tiver uma rede de suporte. Estabeleça essas relações antes de mergulhar no freelance para que o isolamento não chegue até você.

Depressão (Fonte da imagem: Unsplash)

Internalizando experiências negativas

Muitos palestrantes motivacionais defendem a abordagem de clientes potenciais com uma resposta "não". Eles citam a futilidade da rejeição e encorajam as pessoas a usar a ansiedade sobre a rejeição como motivação para avançar, mas ser rejeitado afeta diferentes indivíduos de diferentes maneiras - alguns dão um passo a frente, enquanto outros ficam desanimados com um único "não".

Não é apenas a rejeição de potenciais clientes que pode prejudicar seu bem-estar emocional, mas também a interação com clientes tóxicos. Se você trabalha muito com clientes ruins, isso pode ter um efeito adverso em sua perspectiva para o futuro.

Dependendo de sua personalidade e capacidade de lidar com as dificuldades de se dar bem com outras pessoas, os freelancers podem piorar essas habilidades.

Você não terá sempre uma relação agradável e funcional com seus clientes. Quer eles sejam abusivos ou não dispostos a pagar por qualquer esforço extra de sua parte, quanto mais você experimentar este tipo de interações, mais experiente você se tornará em lidar com eles de forma eficaz.

Começar a gerenciar clientes é um desafio até que você se sinta como um profissional competente. Até lá, você pode experimentar a dúvida e a insegurança de si mesmo. As atitudes sobre seu trabalho também se deterioram.

As primeiras semanas de trabalho em uma posição voltada para o cliente podem ser difíceis. Aprender com tentativas e erros é uma maneira não confiável de estabelecer o sucesso a longo prazo, e a insegurança que você sente ao trabalhar com novas pessoas pode se transformar em dúvida para si mesmo muito facilmente.

Burnout

Burnout (Fonte da imagem: Unsplash)

Mesmo se você normalmente não sofre de depressão ou ansiedade, o excesso de trabalho e o esgotamento podem criar sintomas que se assemelham a ambos.

Burnout se manifesta em sintomas semelhantes à depressão e ansiedade:

  • Atitude negativa
  • Falta de motivação
  • Diminuição da energia
  • Dificuldade de concentração
  • Insatisfação constante com qualquer trabalho ou outra atividade de alguém
  • Falta de sono e/ou má qualidade do sono
  • Buscando alívio através de métodos externos de coping
  • Problemas físicos inexplicáveis

Estes são os sinais de queima, mas não tente se diagnosticar. Se você sentir que combina com muitos desses sintomas físicos e emocionais, consulte seu médico para uma consulta.

O esgotamento cria sérios problemas de saúde mental que muitas pessoas enfrentam. Os problemas de saúde mental são debilitantes e podem tornar difícil para você trabalhar ou continuar suas atividades diárias. As chances de burnout aumentam quando você trabalha longas horas sem tempo para si mesmo depois que elas terminam.

Linhas de Fechamento

O trabalho por conta própria não é só arco-íris e sol. Os desafios comuns enfrentados pelos freelancers não são necessariamente um preditor de futuros problemas de saúde mental. No entanto, você deve se preparar para a possibilidade de lidar com questões de saúde mental em seu futuro.

Os sinais de um problema podem ser sutis e difíceis de reconhecer se você não souber o que procurar. Fique em guarda para que você tenha mais probabilidade de lidar com um problema emergente, ou identificar um que já possa existir.

Estar consciente dos desafios que você pode enfrentar é um componente chave para o sucesso.

Experimente o Ranktracker GRATUITAMENTE