Motores de busca

  • Felix Rose-Collins
  • 9 min read
Motores de busca

Tabela de conteúdo

Introdução

Os mecanismos de busca são bases de dados maciças, acionadas por algoritmos que indexam páginas web e conteúdo, permitindo aos usuários diários da Internet acessar o vasta riqueza de conhecimento humano com o clique de um botão.

Se você é um webmaster, especialista em SEO, empresário, ou apenas tentando fazer crescer sua marca pessoal, sabendo como funcionam os mecanismos de busca vital se você quiser aumentar seu tráfego. Quanto mais você souber como pesquisar motores operam, quanto mais você for capaz de estruturar seu website, marca, e conteúdo para garantir que você se classifique em alta nas primeiras páginas dos resultados do Google.

Pense nisso - quando foi a última vez que você pesquisou algo no Google e depois continuava a percorrer os resultados na página 3 ou 4? Nós estamos disposto a apostar que a resposta é "mais nunca".

Isso significa que seu sucesso on-line depende, literalmente, do seu capacidade de colocar sua peça de imóvel digital (seu website) no ranking dentro dos principais resultados para termos chave de busca.

Neste guia, vamos dar a você um curso intensivo sobre motores de busca. Explicaremos exatamente o que eles são e como funcionam. Então, vamos explicar como o algoritmo do Google classifica os sites e mostrar-lhe alguns úteis dicas e truques para garantir que sua página seja classificada acima de sua páginas de concorrentes.

Vamos mergulhar, vamos?

O que Exatamente são motores de busca?

Vamos começar com uma definição simples...

Um mecanismo de busca é uma ferramenta de banco de dados baseada na Internet que ajuda os usuários encontrar informações, conteúdo e websites.

Hoje, sempre que você precisa de uma resposta rápida a uma pergunta, quer comprar um novo produto, ou interagir com grupos de pessoas que pensam da mesma forma, você continua Google e digite sua consulta na barra de busca. Dentro de segundos, todos os as informações que você sempre desejou estarão na ponta de seus dedos.

Para a maioria das pessoas, Google é sinônimo de buscas na Internet. É o o maior e mais avançado mecanismo de busca do mundo. Embora existam outros mecanismos de busca oferecidos por Yahoo, Microsoft, etc., Google é, por de longe, a mais popular.

Não acredita em nós? Bem, aqui está o [dados de participação no mercado para os maiores motores de busca do mundo] (https://gs.statcounter.com/search-engine-market-share):

  • Google- 92,3%

  • Yahoo- 1,64%

  • Bing- 2,61%

  • Baidu- 1,09%

  • Yandex- 0,54%

  • Outros motores de busca - 1,8%

Como você pode ver, o Google domina totalmente* o mercado. Portanto, como um webmaster ou especialista em SEO, você deve se concentrar na otimização de seu site e conteúdo para apelar ao algoritmo de busca do Google. Este processo é conhecido como Search Engine Optimization, ou SEO*, para abreviar.

Como funcionam os motores de busca

Os motores de busca operam em três etapas primárias:

  1. Rastejando.

  2. Indexação.

  3. Geração de resultados ou SERPs (Search Engine Results Pages).

A última etapa exibirá os resultados da busca aos usuários do dia-a-dia. Neste vamos revisar brevemente em que consiste cada passo, para que você possa compreender melhor como funciona a indexação nos motores de busca.

Passo 1: Rastejando

Os desenvolvedores de mecanismos de busca criaram bots (ou crawlers) projetados para procurar novos sites, páginas e conteúdo na Internet. Sempre que eles encontrar um novo site ou uma atualização para uma página indexada anteriormente, eles registrar a URL.

Em seguida, os rastejadores escaneam rapidamente todas as páginas associadas com o URL, garantindo que cada página atenda aos padrões do mecanismo de busca (por exemplo sem vírus, sem produtos/serviços ilegais).

Passo 2: Indexação

Como os rastejadores constantemente escaneam a Internet em busca de páginas novas e atualizadas, eles passam suas informações para o sistema de indexação do mecanismo de busca. A maneira mais fácil de pensar no sistema de indexação é imaginar um bibliotecário que coloca todos os novos livros nas prateleiras.

Usando os dados obtidos dos robôs rastejantes, o índice do mecanismo de busca números onde cada página da web deve ir. Ele olha para palavras-chave, chave informações, codificação do site, e outros detalhes minuciosos da página e atribui categorias, etiquetas, e outros dados importantes. Em seguida, as páginas são arquivados no banco de dados dos mecanismos de busca, em constante expansão.

Passo 3: Geração de resultados de SERPs

Uma vez indexadas as páginas, elas podem ser exibidas aos pesquisadores do Google. Então, quando você abre o Google e digita "melhores lojas de donuts perto de mim", o rapidamente seu banco de dados para qualquer loja de donuts ou mídia relacionada a donut perto de sua localização geográfica.

Parece complicado, mas tudo isso acontece em menos de um segundo. Bastante louco, certo?

O mecanismo de busca usa algoritmos de pesquisa *search** para decidir quais resultados para exibir aos usuários. Discutiremos isto mais na próxima seção.

Entendendo o Algoritmo do Google

Hoje em dia, as pessoas jogam fora o termo "algoritmo" como se fosse um super inteligência artificial governando a própria vida...

O que realmente se refere são os múltiplos e complexos algoritmos que governar quais resultados exibir para quais usuários. Estes algoritmos são constantemente refinados com programas de aprendizagem de máquinas e a assistência de desenvolvedores algorítmicos. Os algoritmos utilizam todos os dados que são apresentado para garantir que os usuários dos mecanismos de busca obtenham a maior precisão, resultados de alta qualidade relacionados à sua busca.

Alguns dos fatores chave que os algoritmos levam em conta incluir:

  • A própria consulta -* O algoritmo usa significado contextual para descobrir exatamente o que o usuário quer dizer. Por exemplo, se você digitar em um termo relacionado à palavra "maçã", o algoritmo tentará descobrir se você está falando sobre a fruta, telefones Apple, ou The Big Apple (NYC). Desta forma, ela pode apresentar a você o máximo resultados precisos.

  • Contexto da consulta - Os algoritmos tomam outro contexto fatores em conta, tais como a localização GPS do usuário, a histórico de busca, etc.

  • Página de relevância - Uma vez que o algoritmo entendeu a consulta, ela irá gerar páginas que parecem ser as mais relevantes para a consulta e classificá-los de acordo.

  • Qualidade do conteúdo -* Além da relevância da página, o algoritmo verifica duas vezes para garantir que o conteúdo dentro da página é bom. Isto significa conteúdo único/original, boa gramática, uso de imagens/cartas, e outras questões de controle de qualidade.

  • Página usabilidade -* O algoritmo garante que as páginas sejam utilizável. Isto significa que não exibirá links quebrados, páginas com tempos de carga extra-baixo, etc.

O algoritmo do Google está sendo constantemente aperfeiçoado e atualizado para garantir que fornece aos usuários do Google os resultados mais precisos e intuitivos possível.

Uma vez que o algoritmo tem funcionalidade de aprendizado por máquina, ele faz muitos micro-updata para si mesma. Além disso, a equipe de desenvolvimento do Google implementa algumas *a cada ano, atualizações maiores e mais abrangentes. Essas atualizações centrais geralmente têm um impacto significativo nas táticas de SEO e podem exigir que os webmasters implementem novas estratégias de SEO para garantir suas páginas ainda está bem classificado.

Pesquisar Raters de Qualidade: O Aspecto "Humano" dos Algoritmos

Os executivos do Google são inteligentes o suficiente para entender que os algoritmos precisam mais do que apenas aprendizagem de computadores e dados informativos para serem melhorado. Portanto, o Google também conta com opiniões de usuários humanos para ajudar a refinar seus algoritmos.

O Google emprega muitos dos chamados *search quality raters**, que ajudam a avaliar os resultados da busca e garantir que os resultados que estão entrando Os resultados dos SERPs são precisos, confiáveis e confiáveis. Eles são necessários a seguir um conjunto de diretrizes, permitindo-lhes pontuar cada resultado.

Os avaliadores de qualidade de busca prestam atenção especificamente à classificação dos sites no Categoria *YMYL**. Isto significa *Seu Dinheiro, Sua Vida**, e inclui tópicos tais como aconselhamento financeiro e tópicos médicos relacionados que pode potencialmente afetar a saúde e a riqueza de alguém.

Obviamente, o Google quer ter certeza de que a desinformação não está sendo espalhados pela Internet e arruinando ou colocando em perigo a vida de seus usuários.

Fatores-chave do Ranking

Se você é um webmaster, então sua maior prioridade deve ser obter seu site para se destacar nos resultados dos SERPs para as palavras-chave primárias que você deseja para a classificação. Por exemplo, se você for dono de uma pizzaria local, então você querem que o website de seu restaurante seja facilmente exibido para os locais que são à procura de pizzarias locais. É aqui que entra a SEO.

Os especialistas em otimização de motores de busca utilizam todos os dados mais recentes e informações sobre o algoritmo do Google para ajustar seu site e conteúdo e assegurar-se de que ele esteja nas primeiras páginas do motor de busca resultados. Isto significa que seu site terá mais tráfego orgânico e você vai converter mais vendas.

Os "fatores-chave de sucesso" que ajudam seu site a subir na classificação são áreas onde especialistas em SEO trabalham para melhorar seu site. Isto poderia envolver a criação de artigos e postagens em seu site destinados a classificar para palavras-chave específicas, tornando seu website mais rápido e fácil de usar, acrescentando referências de qualidade e fontes, ou apenas ampliando a presença on-line de sua marca em geral.

Portanto, com isso dito, aqui estão alguns dos fatores que mais se destacam você deve entender para garantir que sua SEO seja feita corretamente:

  • E-A-T: A última grande atualização do algoritmo do Google focada em avaliando o *Expertise, Authoritativeness, e Confiabilidade**** de um website. Isto significa que sua página é conteúdo deve conter informações precisas em um texto bem escrito formato, ligando de volta às fontes originais e estudos para apoiá-lo (especialmente se seu site se concentrar em finanças/médicos informação).

  • Conteúdo direcionado: Seu site deve ter páginas de conteúdo que sejam otimizado para palavras-chave específicas e termos de busca relacionados. Este torna mais fácil para o algoritmo exibir conteúdo relevante para Pesquisadores do Google.

  • Conteúdo único: Todo o conteúdo do seu site deve ser único. Se o algoritmo detecta o plágio, ele irá rapidamente rebaixar sua e sinalizá-lo como um esquema.

  • Link Quality: Seu site deve ter links externos que levem a fontes de informação externas de alta qualidade. Também deve ter uma boa estrutura interna de ligação que permite a seus visitantes navegue até as principais páginas alvo, mantendo-as em seu site para mais longo.

  • Site facilmente indexado: Seu site deve ser capaz de ser facilmente indexados por rastreadores de motores de busca. Se não estiver indexado ou tiver \programas [robot.txt] que impedem que as páginas-chave sejam lidas, isto pode rebaixar sua SEO.

  • Bom CTR: Sua taxa de click-through é a porcentagem de busca usuários que visualizam sua lista de SERPs e realmente click through para seu website. Para melhorar sua taxa CTR, você vai querer usar títulos e meta-descrições envolventes que capturam os telespectadores". atenção.

  • Site Speed: A maioria dos usuários de internet são facilmente frustrados por websites de carregamento lento. Isto significa que você vai querer otimizar seu site para garantir que ele tenha um tempo de carregamento rápido.

  • Mobile Optimized: Desde uma crescente maioria da busca no Google os usuários estão procurando em seus telefones, você vai querer garantir que seu site é otimizado para ser bem exibido em dispositivos móveis, tais como telefones e comprimidos.

Obtenha um instantâneo do desempenho com nossa ferramenta de auditoria na Web

Uma das maneiras mais fáceis de obter um retrato detalhado de como é seu site A execução é utilizar a ferramenta Auditoria Web do Ranktracker. Esta ferramenta varredura rápida e eficiente de seu site, analisando áreas-chave que necessitam melhoria, fazendo anotações sobre o que você está fazendo corretamente e o que você está fazendo fazendo falha*.

A ferramenta Auditoria Web classifica seu site em uma escala de 0-100 (com 100 sendo a pontuação mais alta) em mais de 100 pontos de qualidade diferente. Ele escaneia a usabilidade de seu site, estrutura do link, desempenho da palavra-chave, e quantos páginas que você tem indexadas.

Mais importante ainda, nossa ferramenta Auditoria Web prioriza todas as correções você precisa fazer para que você possa fazer as melhorias mais importantes primeiro!

Qualidade é rei

Muitos webmasters se envolvem em todos os diferentes fatores que algoritmos usados para classificar websites. Isto às vezes pode levar a de confusão e frustração.

No entanto, se você *prestar muita atenção à maioria desses fatores, você notará que todos eles estão centrados em torno de um aspecto chave de seu website: Quality Content*.

O algoritmo do Google está focado em fornecer a seus usuários de busca o conteúdo e resultados da mais alta qualidade possível. Na maioria das vezes, este apenas significa produzir conteúdo realmente bem escrito, conteúdo que é informativo e preciso, e apresentando tudo isso de uma forma bem elaborada, maneira fácil de ler.

Naturalmente, você ainda precisará trabalhar em fatores adicionais como melhorar sua estrutura e velocidade do site, utilizando links de qualidade, e aumentando sua taxa de click-through. Muitas dessas coisas exigem um pouco de mais conhecimentos técnicos relacionados ao web design e à redação de textos.

Criar conteúdo de alta qualidade é algo que qualquer pessoa pode fazer, independentemente de seu conhecimento técnico. Desde que você entenda seu produto, serviço e marca, você deve ser capaz de transmitir o conhecimento aos seus telespectadores do site de uma forma que seja informativa e fácil de digerir.

Isto representa a mudança do algoritmo do mecanismo de busca para se concentrar em melhorar a experiência do usuário em vez de classificar os sites com base em sites fixos fatores técnicos.

Alavancar os resultados dos SERPs com as ferramentas do Ranktracker

A esta altura, você já deve ter uma idéia relativamente boa de como os motores de busca como eles classificam as páginas web, e as táticas de SEO que você pode empregar para aumentar seu ranking de SERPs. A maior coisa a ser lembrada é que hoje, o algoritmo do Google se preocupa principalmente em fornecer aos usuários com a melhor experiência possível.

Portanto, na próxima vez que você estiver olhando para seu site, tente vê-lo como um forasteiro. Finja que você está tentando aprender algo pela primeira vez e olhe realmente para o seu conteúdo. É fácil de ler? Faz sentido? Existem gráficos e imagens úteis para dar contexto ao seu conteúdo?

A boa notícia é que você pode usar todas as suas ferramentas Ranktracker para analisar e melhorar seu site no dia-a-dia. Desde a realização de pesquisa e análise de palavras-chave para atualizações e auditorias em tempo real de seu nossas ferramentas como o Keyword Planner, SERP Checker, e a ferramenta Auditoria Web garantirão que seus esforços sejam eficiente e o mais importante - gerar resultados!

Até a próxima vez, feliz ranking!

Fontes:

  1. https://gs.statcounter.com/search-engine-market-share

  2. https://www.google.com/search/howsearchworks/algorithms/

  3. https://static.googleusercontent.com/media/guidelines.raterhub.com/en//searchqualityevaluatorguidelines.pdf

Experimente o Ranktracker GRATUITAMENTE