Glossário de SEO / SEO na página

SEO na página

O que é SEO na página?

O SEO on-page refere-se à prática de otimizar páginas individuais do seu site para melhorar as classificações nos mecanismos de pesquisa. Isso envolve uma variedade de técnicas destinadas a tornar o conteúdo mais compreensível e relevante para os mecanismos de pesquisa e para os usuários. As ações de SEO on-page são aquelas que você pode controlar diretamente no seu site, ao contrário do SEO off-page, que envolve fatores externos, como backlinks e menções à marca.

Por que o SEO na página é importante?

O SEO on-page é fundamental porque ajuda os mecanismos de pesquisa a entender o conteúdo e a relevância de suas páginas. O SEO on-page executado adequadamente pode levar a classificações mais altas, maior visibilidade e mais tráfego orgânico. Diferentemente do SEO off-page, que requer influência externa, o SEO on-page está totalmente sob seu controle, o que facilita a implementação e o gerenciamento.

Práticas recomendadas de SEO na página

Aqui estão cinco práticas recomendadas essenciais a serem seguidas para um SEO eficaz na página:

1. Corresponder à intenção da pesquisa

É fundamental criar conteúdo que se alinhe à intenção da consulta de pesquisa. Isso envolve entender o que os usuários estão procurando e garantir que o seu conteúdo atenda às necessidades deles. No Ranktracker, dividimos a intenção de pesquisa em três "Cs":

  • Tipo de conteúdo: Identifique o tipo de conteúdo que tem boa classificação (por exemplo, posts de blog, páginas de produtos, vídeos).
  • Formato do conteúdo: Determine o formato apropriado para seu conteúdo (por exemplo, guias de instruções, listas, resenhas).
  • Ângulo do conteúdo: Crie um ângulo ou gancho exclusivo para fazer seu conteúdo se destacar (por exemplo, "How to Tie a Bow Tie in 5 Easy Steps with Pictures").

Para determinar esses elementos, analise os resultados mais bem classificados para o termo de pesquisa desejado e crie conteúdo que satisfaça tanto o Google quanto os usuários.

2. Otimize a tag de título

A tag de título é o primeiro elemento que os usuários veem na SERP e desempenha uma função importante na transmissão do tópico do conteúdo. Inclua a palavra-chave principal no título e mantenha-a dentro de 55 a 65 caracteres para evitar truncamento. Sua tag de título deve ser convincente e refletir com precisão o conteúdo da página.

3. Use um URL descritivo curto

Um URL curto e descritivo com a palavra-chave alvo pode melhorar o SEO e a experiência do usuário. Ele ajuda os usuários a entender do que se trata a página e pode melhorar as taxas de cliques.

4. Escreva descrições meta exaustivas

As meta-descrições, embora frequentemente reescritas pelo Google, ainda são essenciais. Elas fornecem um breve resumo da página e podem influenciar as taxas de cliques. Procure usar cerca de 120 caracteres, inclua a palavra-chave alvo e destaque um ponto de venda exclusivo para atrair visitantes.

5. Otimizar imagens

A otimização de imagens é frequentemente negligenciada, mas é vital para o SEO na página. Certifique-se de que suas imagens tenham nomes de arquivos descritivos, texto alternativo com palavras-chave relevantes e tenham o tamanho adequado. Isso pode ajudar suas imagens a aparecerem nos resultados de pesquisa de imagens, gerando mais tráfego.

Adição de links internos e externos

Os links internos e externos são fundamentais para o SEO. O Google incentiva a criação de links para sites relevantes e de qualidade, pois isso agrega valor aos leitores e ajuda os mecanismos de pesquisa a entender o contexto do seu conteúdo. Use links internos para conectar páginas relacionadas em seu site e links externos para fazer referência a fontes confiáveis.

Conclusão

O SEO na página é um aspecto fundamental da otimização de mecanismos de busca que envolve várias estratégias para aprimorar o conteúdo, a estrutura e a experiência do usuário do seu site. Ao implementar essas práticas recomendadas, você pode melhorar a visibilidade do seu site, atrair tráfego orgânico de qualidade e obter classificações mais altas nos resultados dos mecanismos de pesquisa.